Novidades

Um Olhar Nāo Alopático do Adoecimento – Fev/15

FASE DE EXCREÇĀO: a excreçāo é o mecanismo de DESINTOXICAÇĀO natural do organismo. Sintomas de eliminaçāo não são sinonimos de doença, mas sim de saúde. Por isso, ao contrário de inibi-los, é preciso erradicar a causa do problema e criar condições favoráveis à desintoxicação!

FASE DE REAÇĀO: quando o corpo não consegue eliminar as toxinas por métodos naturais, ou em casos em que estes de algum modo foram bloqueados, este organismo reage, forçando o corpo a se desintoxicar, sendo a maneira mais abundante, a INFLAMAÇĀO.
FASE DE DEPOSIÇĀO: se a causa da intoxicação não for interrompida e as toxinas forem impedidas de serem eliminadas, estas passam a se depositar em algum lugar menos importante para o corpo, na matriz que banha as células, mas ainda fora das mesmas. Este é sempre O INÍCIO DAS DOENÇAS CRONICAS.
CORTE BIOLÓGICO: indica o momento em que o processo de intoxicaçāo passa dos líquidos extracelulares para os intracelulares, ou vice-versa. Ou seja, em direção à VICARIAÇĀO PROGRESSIVA (processo degenerativo) ou à VICARIAÇĀO REGRESSIVA (processo para restaurar a cura).
FASE DE IMPREGNAÇĀO: as toxinas já passam a acumular dentro das células, afetando várias funções celulares; nesse momento a capacidade de AUTOREGENERAÇĀO do organismo começa a diminuir drasticamente. Parece que o corpo prefere conviver com as toxinas ao invés de tentar gastar energia em se ver livre delas.
FASE DE DEGENERAÇĀO: aqui não apenas a funçāo celular metabólica está comprometida, mas também DANOS IRREVERSSÍVEIS passam a ocorrer às estruturas das células.
FASE NEOPLÁSICA: esta fase reflete a entrada das toxinas dentro do NÚCLEO CELULAR, danificando o DNA e sua comunicaçāo para síntese de proteínas. Como as imunoglobulinas são proteínas, há um COLAPSO DO SISTEMA IMUNOLÓGICO, com acúmulo de microorganismos patogenicos, de células cancerosas e de corpos estranhos.

Ao eliminar os sintomas e e impedir a desintoxicação do organismo, OS FÁRMACOS PROMOVEM A VICARIAÇĀO PROGRESSIVA: levam as doenças a um estado de latencia e cronicidade, cuja manifestação seguinte se torna imprevisível. Por isso, cedo ou tarde os sintomas reaparecem de modo ainda mais violento e inesperado, dificultando à medicina ortodoxa seguir o fio da meada. Raciocínio oposto é o que norteia a HOMOTOXICOLOGIA, HOMEOPATIA E MEDICINA VIBRACIONAL.

 

10968354_1562210840715000_596940812317884414_n