Novidades

Probióticos Ajudam Mulheres a Perder Peso – Jan/15

Um estudo publicado no British Journal of Nutrition sugere que a ingestão de probióticos pode contribuir para que mulheres consigam alcançar esta meta, uma vez que a flora intestinal de indivíduos obesos é diferente da flora intestinal de pessoas magras. Os pesquisadores constataram uma reduçāo média de 4,5 kg na mulheres que haviam ingerido probióticos, sendo que naquelas que receberam placebo, a perda foi menor: 2,6 kg. No período de manutenção, o peso das mulheres do grupo placebo se manteve estável, mas o grupo das que tomaram probióticos continuou a perder peso – ao todo, a média de emagrecimento foi de 5,2 kg por pessoa, praticamente o dobro.

Os probióticos atuam na manutençāo da permeabilidade intestinal saudável, ao impedir que determinadas moléculas proinflamatórias passem para corrente sangüínea. Assim, eles podem ajudar a prevenir a reaçāo em cadeia ocorrida no organismo, que leva à intolerancia à glicose, à obesidade e ao diabetes tipo II; a microbiota saudável ainda protege as mucosas, estimula o sistema imunológico e auxilia a degradação da comida; ou seja, um simples desiquilíbrio entre as populações de algumas bactérias intestinais pode causar obesidade.
Isso não quer dizer que Lactobacilos (um dos inúmeros generos de cepas), possam ser prescritos sem uma previa avaliação de cada caso; uma vez que a quantidade e a variabilidade de cepas de bactérias variam muito de indivíduo para indivíduo, muitas vezes, a prática disseminada de prescrição de lactobacilos indiscriminadamente, pode levar a um excessivo aumento de determinadas cepas, que por outro lado também levará a mais desequilíbrios, passando de um estado de deficiencia para o contrário, uma excessiva quantidade de bactérias. Existem exames que seu medico pode solicitar para averiguar a real composição de sua flora bacteriana intestinal e, assim, fazer uma reposição específica para as suas necessidades.

10929561_1551381501797934_5834757152280087425_n