Novidades

Melatonina Associada à Melhora da Dor na Fibromialgia – Ago/18

 

Um estudo recente publicado na BMC Farmacologia e Toxicologia Jornal, observou que a Melatonina sozinha ou em combinação com Amitriptilina reduziu significativamente a dor em pacientes com Fibromialgia.
A Fibromialgia é uma doença caracterizada por dor difusa com anos de duração, acompanhada muitas vezes de rigidez do corpo, fadiga, perturbações do sono, ansiedade e depressão. Estima-se que afeta 2 a 8% da população, sendo 7 a 9 vezes mais prevalente em mulheres.
Os distúrbios do sono e alteração do ritmo circadiano são muito comuns em pacientes com fibromialgia. A Melatonina é o principal hormonio no organismo responsável pela sincronização do ritmo circadiano. Existe alguma evidencia de que o tratamento com Melatonina melhore diferentes tipos de Dor Cronica, seja inflamatória ou neuropática.
Pesquisadores do Hospital de Clínicas de Porto Alegre realizaram um estudo clínico com 63 pacientes. Neste estudo, os pacientes com Fibromialgia foram randomizados para 3 grupos:
Amitriptilina isoladamente, apenas Melatonina na hora de dormir, e Melatonina + Amitriptilina associados.
Os resultados mostraram que tanto Melatonina sozinha quanto Melatonina associada a Amitriptilina foram melhores do que Amitriptilina isoladamente quanto a diminuição da sintomatologia dolorosa.
Pacientes com fibromialgia sofrem com a falta de inibição de dor músculo esquelética, o limiar de dor mais baixo e uma função de sistema de modulação da dor alterada. É nesse sistema de controle da Dor em que a Melatonina foi capaz de interferir positivamente, segundo o estudo.

40211528_2175564966046248_8830646158658371584_n