Novidades

Estresse Oxidativo e Catarata – Out/17

Os olhos são os órgāos do corpo humano mais suceptíveis ao estresse oxidativo e, consequente acúmulo de Radicais Livres. Isso, devido à condição única de estarem em contato direto com a radiaçāo solar ultravioleta, de apresentarem em sua constituição fotorreceptores com membranas celulares ricas em polissacarídeos altamente vulneráveis à peroxidaçāo lipídica, além de estarem sujeitos a um ambiente de alto consumo de oxigenio, em virtude da intensa atividade retiniana.

Várias doenças oculares tem por base o estresse oxidativo, mas as principais são o olho seco, o Glaucoma, a Catarata, a Retinopatia Diabética e a Degeneração Macular.
O Cristalino é um tecido ricamente proteico, avascular e é circundado anteriormente pelo Humor Aquoso e, posteriormente pelo Humor Vítreo. Sobre o Humor Aquoso, sua composição difere da composição plasmática, principalmente pela baixa concentraçāo proteica e pela alta concentração de Ascorbato (chegando a ser 50 vezes maior). Essa alta concentração de Ascorbato tem ligação com a proteção das estruturas anteriores oculares dos danos oxidativos da radiação ultravioleta. O Cristalino é constantemente atingido por essa radiaçāo, com consequente geração fotoquimica de radicais livres.
É interessante observar que níveis de Ascorbato no Humor Aquoso de mamíferos diurnos chega a ser 35 vezes superior aos níveis de mamíferos de hábitos noturnos. Nas células epiteliais do Cristalino, existem grandes quantidades dos antioxidantes Catalase, Glutationa Peroxidase, carotenoides Luteína e Zeaaxantina.
Sendo assim, se desejamos manter uma boa saúde oscular, devemos nos alimentar bem, priorizando o consumo das frutas e alimentos amarelos e avermelhados e dos vegetais verde escuros, alimentos ricos em Luteína e Zeaxantina, os nutrientes mais importantes para a manutenção da saúde ocular.

22552739_1987192238216856_5842119258948810007_n