Novidades

Compulsão Alimentar X Déficit de Serotonina – Dez/14

A compulsão alimentar por alimentos fontes de carboidratos está diretamente relacionada a uma deficiencia de SEROTONINA no cérebro e, apesar do excesso de carboidratos levar a um ganho de peso indesejado, sabe-se que por outro lado, dietas ricas em proteínas e pobres em carbo podem piorar o quadro de deficiencia da mesma e manter o ciclo vicioso, visto haver uma competição do precursor da serotonina (TRIPTOFANO) com outros aminoácidos presentes em demasia na dieta hiperproteica, para atingir o cérebro.
Dessa forma, uma dieta balanceada se torna importante, já que, quando os carboidratos são ingeridos, a resposta no aumento da INSULINA causa um esgotamento dos outros aminoácidos no sangue, aumentando a entrada dos mesmos na célula muscular, facilitando a entrada do TRIPTOFANO no cérebro para, assim, se converter em SEROTONINA.
Outro aspecto que por outro lado também causa uma queda nos níveis de TRIPTOFANO/SEROTONINA é a ingestão calórica reduzida, como nas dietas muito restritivas de emagrecimento, simplesmente por deficiencia de nutrientes precursores de serotonina
Portanto, parte da COMPULSÃO ALIMENTAR e da fome intensa observada em indivíduos que seguem dietas muito restritas ou ricas demais em proteínas se deve à deficiencia na produção de serotonina.
Entendo que, a “fórmula não falha” quando pensamos em dietas equilibradas ao invés de modismos temporários desastrosos!! E então, já está pensando no seu docinho depois de ler tudo isto? Vamos harmonizar nossos neurotransmissores!!

10525715_1530698840532867_7420362195372849116_n